terça-feira, 17 de junho de 2008

O tempo ali parou


O tempo parou ali

sem comprender porquê

não havera nenhum dia talvez

esse sonho acabou se

Lagrimas correm para secar

o sangrar do coração

era só meu sonho

Te dei o que tinha de melhor

aprendi a escrever versos

p'ra te dizer o que sentia

hoje meus versos são tristeza e agonia

solidão e melancolia

e o tempo parou ali.

20 comentários:

Rui Caetano disse...

O tempo parou mas a vida corre numa luta desenfreada e dinâmica. A imagem é de uma grande beleza.

** L e n a ** disse...

A vida continua é verdade,
mas ha coisas em nos que morrem as vezes;
a vida é assim feita de lutos todo o longo dela.

Um beijo e obrigada pela visita Rui.

**Viver a Alma** disse...

Salvé amiga!
Bonito o poema, mas de tão pouca positividade! Não chame essas energias...suba....eu sei que é capaz...sinto!
Vá lá...não há lutos! Não há tristeza quando se tem um coração capaz de amar, mas sem interferência da mente. Não se pode dizer que se ama a não ser com o coração...aí, tudo flui...como diseç. ninguém é de ninguém nem os filhos! O apego e as expectativas é que matam os sentimentos...daí o luto!
Upaaaaaa!
Vamos querida amiga eu dou-lhe uma ajuda...olhe as estrelas!... e mude de frequência, de disco/CD mental, ria, comece a rir de algo que não mais conseguia parar...depois ponha uma música e dance o melhor que souber..e ofereça esse estado de liberdade ao céu! Cante se souber a letra...torne a oferecer ao céu! e depois diga-me o que sentiu!
Vamos lá..sorria..issso assim!


MAriz

ESPAVO! - reconhecendo a Luz que há em si

**Viver a Alma** disse...

Ah! esqueci-me de lhe dizer que tem uma nota minha para si no meu espaço ao comentário que deixou.

Mariz

ESPAVO!

Aqui vão as estrelas ...ouça o soar....*********

** L e n a ** disse...

Mariz ja me fez sorrir ...
tanta énergia positiva em si...
gostava de pensar como você...
Obrigada pela ajuda.

Um beijinho

** L e n a ** disse...

Fui la ver Mariz...

Recebi as estrelas ******


Beijinhos

Mar Arável disse...

Não há morte nem principio

o tempo só pára nos apeadeiros

poetaeusou . . . disse...

*
não devemos esperar,
porque o tempo não pára,
continuar sempre,
saltar os escolhos,
tornear obstáculos,
,
conchinhas nazarenas
,
*

** L e n a ** disse...

Penso o contrario de ti mar aravel,
e que todo principio tem fim

um beijo

** L e n a ** disse...

Sei que o tempo não para poeta,
o tempo não espera por nos
e se esperamos é o tempo que passa por nos, sem dar-mos por ela...
As vezes também faz bém parar um pouco antes de recomeçar de novo com mais força...

Um beijo

Mário Margaride disse...

A vida é cheia de vielas sombrias, de ventos ciclónicos.

No entanto, não devemos ficar refens dessas vielas, nem desses ventos. Devemos procurar ruas airosas, cheias de sol.
Tenho a certeza, que um dia encontrarás alguém, que te faça ver o arco-iris.

Beijinho doce...

Mário

** L e n a ** disse...

A vida é assim mesmo Mario...
Que fazer ?
Um dia vou ter como companhia o mar...esse me deixa sempre bém...

Beijinhos

Luna disse...

O tempo não para, não pode parar
O sol se põe para no dia seguinte surgir
É na dualidade que encontramos o equilíbrio.
Quando o sonho se acaba, logo , logo outro recomeça são os ciclos de vida que se cumprem

Espero que estejas bem, que não passe de um poema
beijinhos

** L e n a ** disse...

Sou alguém que vive muito com o passado, com saudades...
Ando a reencontrar meu equilibrio nesse sonho que consegui realizar neste principio de ano...
viver um dia a beira mar.
Mesmo não passando dum poema, é um pouco assim que ando Luna; mas isto vai passar.

Beijinhos

Luna disse...

Sei que gostas do mar, sei que tens um amor muito especial por este mar, pelas pedras, no cantinho, o mar faz-nos repensar a vida, encontrarmo-nos com a nossa essência,
Não fiques agarrada ao passado, vive o presente ,
Tenta investir no futuro, a vida é uma passagem e tão frágil.
Devemos ter sempre uma porta aberta para a vida entrar.
Se te puder ajudar em algo estou aqui
Beijinhos ternos

O Profeta disse...

De pequena poça fiz um universo
Feito de sete estrelas do mar
Murmurou-me um búzio ao ouvido
O rumo para te encontrar


Bom fim de semana



Mágico beijo

** L e n a ** disse...

Obrigada Luna pelas tuas palavras...

Um grande beijo

** L e n a ** disse...

Profeta, bém-vindo ao meu cantinho !
Linda tua profécia...

Beijos magicos te retribu

Unknown disse...

Lena!

Onde houver poesia, eu aí estarei para saciar a minha sede do poema, mesmo que não tenha tema!

Gostei de te ler.

Já que estamos próximos!

Um bom feriado e um fim de semana de sonho.

Bjnhs

ZezinhoMota

** L e n a ** disse...

zezinhomota,

obrigada pelo teu comentario Zé;
so sei escrever o que estou sintindo, para evacuar.

bom fériado para ti também...

Beijinhos