terça-feira, 4 de novembro de 2008

Bebo tuas lagrimas


Homen que caminhas sozinho

enjaulado na tua vida

Triste, com vontade de chorar

bebo tuas lagrimas

para toda tua pena voar

a brisa, o sopro do vento

murmura me o ouvido

tua dor, teu desgosto de viver

Homen que estas no meu coração

guarda a esperança

que este Destino

que te meteu no meu caminho

nossos sonhos concretizera.


19 comentários:

Duarte disse...

Palavras chias de sentimento que a qualquer homem agradam.
Beijos com sabor a lágrimas de satisfação

Anónimo disse...

Lena! Não tenho palavras para tanta beleza. Feliz desse homem que souber viver essa magia.
Beijinhos

Anónimo disse...

esqueci de dizer que sou a Dia

poetaeusou . . . disse...

*
o positivismo,
dos teus sentimentos, são
maresias de esperança, que
o destino marque a hora, amiga,
,
brisas de amizade, envio-te,
,
*

gaivota disse...

pois é, lena, vamos embora, em frente!
cheguei à pouco da praia, o mar era um lago, nem mexia, as gaivotas eram mantas no areal, a sul e a norte...
parecia uma tarde de verão sem povo, neste dia invernoso de chuva!
beijinhos

Lena disse...

duarte,

palavras sentidas, so assim consigo escrever algo...
Basta agradar a um homen.

um beijo

Lena disse...

Dia,

Obrigada Dia...
Não sei que te dizer mais..
acho que meu dia de trabalho me deixou vazia hoje...

Beijinhos

Lena disse...

poetaeusou,

Foi um sonho, simplesmente...

Beijinhos

Lena disse...

gaivota,

imagino bém esse mar,
na praia deserta,
que inveja gaivota !

Beijinhos

poesianopopular disse...

Lena
Mas que homem sortudo, ao encontrar uma deusa no teu reino de imaginação!
Parabes.
Bjos

O Profeta disse...

Esta humilde folha solta
Este Vento que fala docemente
Abre-se a alegria da terra
Ai este Sol de sorriso presente

Um manto tecido pelas brumas da manhã
Uma mão segue o Sol outra a emoção
O orvalho que dança no celeste
Ganha a cor da exaltação



Convido-te a pintares o teu olhar com as cores do arco-íris




Mágico beijo

gaivota disse...

estive com a marina (maria do mar) mas esqueci-me de falar de ti...
telefonamo-nos muityas vezes, agota estou com uma laringite (grave) e não posso falar, mas quando estiver bem já lhe falo...
ela lá está, é inverno, sem confusao sem clientes, como toda a praia...
a nossa praia, lena!!!
beijinhos

Lena disse...

poesianopopular,

acabou por ser so ilusão e grande desilusão...

um beijo José

Lena disse...

o profeta,

o tempo anda tão escurro
que bém preciso desse arco-iris

Beijinhos

Lena disse...

gaivota,

ela deve lembrar se de mim, estive la a comer em maio e em agosto foi la umas 3 vezes com o marido e minha filha...
é assim que gosto da Nazaré, com pouca gente. So comecei a gostar dela, foi depois que comecei a ir ai fora do verão...

Beijinhos

Multiolhares disse...

Há sempre uma esperança, ela nos conduz
beijinhos

Utopia das Palavras disse...

Vento esse
ameno...
que faz sentir
a brisa
dess amor
no teu caminho...!

beijo
ausenda

Lena disse...

multiolhares,

Por vezes é melhor deixar a esperança e por um ponto final,
e continuar pelos outros caminhos..

Beijinhos

Lena disse...

utopia das palavras,

foi um bom vento
que, infelizmente trouxe com ele
nuvens escurras...

um beijo