quinta-feira, 23 de outubro de 2008

Intervalo


Neste meu cantinho, nunca falei de problemas actuais;
e são bastantes.
Penso que há quem saiba falar neles melhor do que eu.
Também não quer dizer que não conheço essa realidade.
Indo varias vezes a Portugal e vivendo em França
posso apreciar as dificuldades de cada povo;
sentir esta crise, cada vez mais apertando todos nos.
Fico na expectativa do futuro.
E minha pergunta é :
como se vai conseguir sair desta ?
Esta crise quem a provocou ?
Não foi quem tem agora mais problemas?
Os bancos, os especuladores e os governos...
E quem vai sofrer mais ?
Serão sempre os mesmos, claro.
Quando não há crise, esses senhores de la de cima dizem que não há dinheiro...
e quando ela aparece,
pois ai nem pensar...
A crise é culpada de estarmos mal
e por vezes em situações tão delicadas.
Este post só foi um intervalo.
Continuarei a escrever meus sonhos e mais algumas coisicas.

15 comentários:

Duarte disse...

Isto ainda não é nada,
deixa que venha a trovoada...

Um bom coração, como o teu, querida amiga, em casos assim é ideal para o amigo ou o vizinho do lado, donde podes chegar com o afago, tudo isto metaforicamente falando: pois a realidade é outra e muito séria. Quando a situação alcança esta magnitude, se o dom dinheiro não se humilha, não lhe vejo meio algum que ponha um remédio tal que a meio prazo possa dar soluções. Isto vai demorar, mas como afecta a todo o mundo vamos ressurgir, claro que sim!
Aqui tudo começou com um não passa nada, a não querer reconhecer a realidade, para chegar ao aí meu Deus que o problema é gordo.
Já foram tomadas medidas, inicialmente a ver que passa; mas como a bolsa, que é o termómetro da economia, cai e cai, então sim agarraram o touro pelos cornos. Muita malta, os que tem pasta, já tinham começado a repartir o dinheiro por diversos Bancos, e à procura daqueles cujos Países dão melhor cobertura. Isto estava a ocasionar um grande caos, com o movimento do dinheiro, e então veio a atitude esperada, uma maior protecção aumentando as cifras mínimas de cobertura do nosso dinheiro. Ajudas à pequena e à mediana empresa, que já tinham a língua de fora e a mandar a malta para a rua. Empresas a fechar e malta despedida, é de loucura, quando a frase feita era "Espanha a inveja da Europa". Vamos a ver como reage o resto da Europa, de momento os grandes Bancos chegaram a um acordo baixando os interesses, um bom lenitivo para muita gente.
Aguardo dias melhores, com certeza que virão...!

Um grande abraço para ti

poetaeusou . . . disse...

*
lena
,
isto não é para perceber, alem
disso portugal está imune,
dizem os "santos milagreiros",
olha . . .
pensa neste mar e
sonha . . . acordada . . .
,
um mar de jinos, deixo,
,
*

gaivota disse...

pensa, pensa...
fazes bem, ou mal!
não te preocupes já que quem devia, passa ao lado, é só conversa
fiada! fiada?, nem issom ninguém fia...
faz como diz o poeta..."olha o mar, não há nada mais bonito que a nossa praia! e não há praia como a nossa nem sítio como a pederneira!!
beijinhos por aí, longe

gaivota disse...

pensa, pensa...
fazes bem, ou mal!
não te preocupes já que quem devia, passa ao lado, é só conversa
fiada! fiada?, nem issom ninguém fia...
faz como diz o poeta..."olha o mar, não há nada mais bonito que a nossa praia! e não há praia como a nossa nem sítio como a pederneira!!
beijinhos por aí, longe

Lena disse...

duarte,

Isto tudo é muito complicado;
e aquilo que vemos é so o alto do iceberg...
então imaginar tudo o que se passa sem a gente saber...
De toda a maneira so pode vir dias melhores...espero e desejo para que nossos filhos possam viver com dignidade...

Beijinhos

Lena disse...

poetaeusou,

pois é poeta...
isso me faz lembrar que quando houve a explosão em Tchernobyl, a radioactividade parou as fronteiras francesas....isso não é milagre ?? Ai tem Fatima e aqui temos Lourdes..ainda bém...

A partir de amanha vou voltar aos meus sonhos...mas esta realidade, acredita que não deixa ninguém indiferente..

Beijinhos

Lena disse...

gaivota,

é linda a nossa praia !
seja do Sitio o da Pederneira, não ha praia mais linda....
vamos deixar esses senhores nos tirar de onde eles nos conseguiram levar...

Beijinhos daqui...

utopia das palavras disse...

Espero que seja só um intervalo!

Um intervalo, onde ninguem se entende. quem paga a factura de tanta irresponsabilidade são sempre os mesmos.
Estou deveras preocupada com o andamento da "coisa".

um beijo
ausenda

Anónimo disse...

A história tem destes momentos e diz-se que tudo é ciclico... a minha mãe que sofreu na infancia a ultima crise, falou-e a vida inteira na racionalidade da comida e coisas desse tipo...
Eu nunca acreditei que voltasse a acontecer... mas será?...será que isso não nos vai acontecer?...
Beijinhos
Dia

Mário Margaride disse...

Olá Helena!

Pois é minha amiga. Ainda muito mais virá por aí! E podes ter a certeza! Quando o mar bate na rocha, que se lixa é o mexilhão!...

Um bom fim de semana!

Beijinhos

Mário

Lena disse...

utopia das palavras,

Ainda vamos ter dias escurros até chegar aquele raio de sol tanto esperado...


beijinhos Ausenda.

não conhecia o nome de "Ausenda", acho o muito bonito..

Lena disse...

dia,

A ultima crise comparada a esta foi em 1929, e sabemos o que aconteceu a seguir, sobretudo aqui em França...
Espero que consigam (governos) nos sair desta e depressa.

bom fim de semana Dia...aproveita bém estes teus ultimos dias de férias..

Beijinhos

Lena disse...

mario margaride,

é isso o pior mario, são sempre os mesmos a estar mal por cauza desses senhores...
so resta uma coisa a fazer...nos revoltar

bom fim de semana a ti tb !

beijinhos

Multiolhares disse...

Isto já anda tão mal
para os pequeninos difícil ficar pior,
mas vamos vivendo o dia a dia,
depois sempre vamos falando
mas fazer algo de verdade ninguém o faz

beijinhos

Lena disse...

multiolhares,

e quando fazem algo
é sempre para os mesmos
os outros so tem é de apertar
cada vez mais o cinto.

Beijinhos Luna