segunda-feira, 19 de outubro de 2009

Meu Sol


Te fostes meu amor
e já sinto a ausência
das tuas palavras doces
do calor do teu amar
dos teus lábios beijando os meus
ao som duma gaivota.
Enquanto a espuma duma onde
vem tocar nossos pés
suavemente oiço ao meu ouvido
tua palavra "amor, como te amo".
Es meu sol, meu mar, minha praia;
pelas tuas dunas quero me enrolar
e no teu mar navegar.


13 comentários:

Mar Arável disse...

Navegar

é preciso

Lena disse...

Mar Aravel,

Vou navegando no Mar dos meus sonhos.

beijo

Dia disse...

Que bom um amor assim que deixa uma saudade intensa...

Adorei o teu poema
Será que um dia também encontrarei um amor que me deixe assim?

Beijinhos
Dia

Lena disse...

Dia,

Deve ser muito bom um amor assim,
aqui minha inspiração foi o meu Mar...e o bom sol de Portugal.

Um beijo

Mário Margaride disse...

Querida amiga

Também adoro a mar. Sempre que posso, dou uma saltada para o ver, e sentir a força e imponência!

Beijinho e boa semana.

Mário

utopia das palavras disse...

Poema bonito de amor...senti-o mar!


Beijo, Lena, há muito que não passava por aqui

Lena disse...

Mario Margaride,

O Mar é uma grande força da Natureza, e nela encontramos alguma serenidade.

Boa semana Mario !

Beijinhos

Lena disse...

Utopia das Palavras,

O Mar e o Amor confundam se neste meu ser.

Volta sempre Ausenda

Beijos

gaivota disse...

este fim de semana lá vou eu, para caldas e nazaré, vou falar coma francelina, eu contei-lhe que o ia "recomendar" no blog, mas sabes como é o verão, muita conversa e muita gente! vou lá...
"navegar" naquele nosso mar!
agora já mais fresquinho, mas lindooooooooooo, sempre
beijinhos
(entretanto já lá está o slavo...)

poetaeusou . . . disse...

*
mar, amar
remar ao amor,
,
lindo, belo,
,
parabens Lena,
,
conchinhas coloridas, deixo,
,
*

Lena disse...

Gaivota,

Ja sei que vais ter um otimo fim de semana, frente ao nosso mar...so o pode ser.
O meu sera a trabalhar...

Beijinhos

Lena disse...

Poetaeusou,

Obrigada Poeta,
Sabes como é
o mar da asas as palavras

Um beijo Poeta

Duarte disse...

Poeirada branca

Furiosas de espuma,
de poeirada branca,
contra as rochas escuras,
infatigáveis,
as ondas.

Beijinhos do mar