sexta-feira, 29 de maio de 2009

Escutar, sentir...


Uma palavra pode dizer muito, pode fazer bém como mal. Depende da palavra.
Se for uma palavra estrangeira, ficamos a não a comprender. Se for dita na nossa lingua, a sentimos melhor.
Isto tudo para chegar aquele homen português que entrou há dias no serviço onde trabalho. Pois estes dias ele anda a deprimir, aborrece se por um nada e por tudo.
O comprendo, estar ali acamado com dores, sem saber quando o se vai conseguir restabelecer se, não é facil.
Esta semana tenho lhe falado só em português; quando vou o quarto dele vejo logo um brilho nos olhos e fala me logo na lingua de Camões.
Quando lhe perguntamos se ele esta bém, ele diz logo "ça va", mas nota-se que não...a ver o seu rosto.
Falando português ele consegue exprimir melhor sua dor, seu mal-estar.
Hoje a noite, antes de sair do serviço, fomos ve-lo e até tivemos direito a um sorriso, estava bém humorado...

Por vezes saber escutar o outro, dizer aquela palavra esperada, pode refazer brilhar o sol, cintilar ainda mais aquela estrela ao luar de noite.

12 comentários:

poetaeusou . . . disse...

*
palavras
são os enleios em nós,
dilemas,
nas palavras que desabafam,
soltas, esclarecedoras,
ou
palavras sem som,
abafados silencios,
caladas mensagens,
que so um sorriso,
e portugues se possivel,
consegue libertar . . .
,
conchinhas solares, deixo,
,
*

Duarte disse...

Parei, atónito, para poder ouvir a melhor voz masculina, actual, do fado, enquanto me ia emocionando com as tuas palavras, que expressam uma sensibilidade tão à flor da pele.
TU, Mulher de bom coração.

Um forte abraço de consolo

Mário Margaride disse...

Olá!

Palavras, palavras...como nos fazem sentir, ora bem, ora mal, depende como são ditas, nos entram nos ouvidos, e absorvidas pelo coração.

Parabéns pelo texto!

Beiinhos e bom fim de semana.

Mário

Multiolhares disse...

Sabes, penso muitas vezes que as pessoas que lidam com crianças, idosos, ou como no teu caso com pessoas doentes, deveriam ser escolhidas não só pela formação intelectual mas também e em especial pela dedicação, amor, que se pode dar a quem mais precisa, e pelo que vou conhecendo de ti penso que és uma dessas pessoas, quantas vezes o dar uma mão, o olhar nos olhos, o escutar as dores dos outros alivia mais do que um tratamento de choque, as palavras são muito importantes, o sermos escutados e entendidos, pode fazer toda a diferença
beijinhos

Lena disse...

Poetaeusou,

Ha as palavras
e o saber escutar e senti-las
saber ler no olhar
e sorrir com o coração...
Saber ficar calma
e ter alguma paciencia
aqui estão algums ingredientes
duma auxiliar

Um beijo Poeta

Por ca também esta muito calor,
so ca falta a maresia do mar
para refrescar este ar tão poluido..

Lena disse...

Duarte,

Camané tem uma voz fabulosa;
as palavras tornam se importantes numa vida, a todo momento..
Com as palavras que aqui deixas, fico sem saber que dizer...um obrigado a ti pelo carinho que aqui deixas sempre.

Beijinhos

Lena disse...

Mario Margaride,

Ha momentos na vida, como aqui no texto, onde as palavras tem muita importancia e sobretudo o saber escutar.

Obrigada Mario

Beijinhos

Lena disse...

Multiolhares,

Uma pessoa que esta doente, precisa de atenção, e temos de estar atentes aos sinais que recebemos da pessoa, para saber do que ela precisa, de sentir como ela esta...

Beijinhos Luna

gaivota disse...

já o facto de estar doente, é triste e complicado, ficar acamado, e num país estrangeiro, ainda pior!
toda a atenção é sempre pouca, o carinho na voz da língua materna sabe sempre bem!, quase "cura" e será mais eficiente que um medicamento...
beijinhos

A.S. disse...

Lena,

"Por vezes saber escutar o outro, dizer aquela palavra esperada, pode refazer brilhar o sol, cintilar ainda mais aquela estrela ao luar de noite."

Esta tua belissima frase diz tudo!!!


Beijos...

Lena disse...

Gaivota,

Procuramos sempre o melhor para as pessoas que estão ali.

um beijo

Lena disse...

A.S.,

Uma palavra, um olhar, um sorriso...
basta so isso as vezes....

Beijos