quarta-feira, 25 de fevereiro de 2009

Um pouco "sobre mim"


Em primeiro quis ser uma portuguesa vivendo em Portugal, fiz tudo para isso, quando estava na idade de namorar, arranjei um namoro durante as férias em agosto; por sorte o azar, ele também era emigrante em França, por isso ainda aqui estou.
Estudei contabilidade, mas sem grande convicção, foi apenas por estudar, porque o que eu queria ser era “ser mãe”.
E fui mãe a tempo inteiro durante 20 anos, ocupando me dos meus 3 filhos, enquanto o marido trabalhou para nos sustentar esses anos todos. Ser mãe é bom mas pouco valorizante, menosprezante por vezes. Foi esse o sentimento que senti da parte da familia dele. Contudo não estou arrependida, tenho 3 filhos maravilhosos.
Um deles, ha poucos meses me disse, que se ele chegou onde esta, foi em parte graças a mim…como imaginam fiquei toda vaidosa e orgulhosa do meu filhote….

Aos 18 anos quando foi mãe pela primeira vez, descobri o trabalho no meio hospitalar e ai descobri minha “vocação”..foi ai que vi o que queria mesmo fazer na vida : ajudar os outros nos momentos em que mais precisam de alguém e se sentem mais necessitados…
Não tendo por aqui familia, esperei que minha filha a mais novita entrasse na escola primaria e aos 36 anos fiz uma preparação de um ano para entrar numa escola de auxiliar, nessa escola so entrava la 35 pessoas e eramos 650 de inscritas..l
Aquele ano foi duro, visto já estar afastada dos bancos da escola há muito tempo..
Em fevreiro 1998 acabei o curso e 4 dias depois fui chamada para um posto no hospital, ainda hoje la ando…
Também quis ir para a Africa, para sitios onde ha guerras, fome, etc… acho que se hoje tivesse sozinha, faria isso…como não é o caso, quando deixar de trabalhar, darei do meu tempo a associações para os sem-abrigos o outros…
Acho que cresci muito foi depois que comecei a trabalhar e o que eu mais quero ser é uma mulher feliz, sabendo impor-me, afirmar-me. Enfim uma mulher livre, independente, é no fundo o meu maior desejo neste momento ..
A vida é um longo caminho, e vamos crescendo todo o longo dela com desejos diferentes conforme o momento..
A vida é feita de episodios, uns melhores, outros menos bons; dos piores ja nem quero pensar e so espero que sejam eternamente passado.

11 comentários:

Duarte disse...

Tem que ser um grande orgulho para uma mãe escutar umas palavras assim pronunciadas por um filho: uma prova inequívoca do bem fazer teu.

Uma pessoa com firme convicção sempre consegue o que quer, tu és uma delas.

Há tempo que notei em ti um elevado grau de sensibilidade, não ia equivocado.

Tu quiseste ir para a África e eu para a Austrália, tu estás na França e eu em Espanha: é assim a vida!

Que sejas muito feliz, hoje e sempre.

Termino com um chi-coração para ti

gaivota disse...

é uma história de vida,
(também tenho 3 filhas, netos, um sucesso!)
é a sinceridade das palavras que aqui deixas na tua pessoa e com esta linda imagem de mar!
parabéns pelas vitórias conseguidas, pelo teu trabalho e desempenho
beijinhos

Mar Arável disse...

Nunca somos totalmente livres

mas os filhos ajudam

a fazer crescer os pais

poetaeusou . . . disse...

*
amiga,
enquanto sorvia as tuas palavras,
imaginei-me numa sala de cinema,
e a que belo filme eu assisti !
sei que o filme terá contiuação,
e tenho a certeza o final vai
ser feliz, por o mereceres,
,
eu só tenho um filho, nunca
me agradeceu nada, sou eu que
lhe agradeço a ele por me ter
ouvido, por ter seguido os
princípios básicos, para
enfrentar a selva da vida,
respeitando-se, porque só assim
podemos respeitar os outros.
Mas como não há bela sem senão,
está inserido numa "raça" que
eu abomino, os Economistas ...
Com dezenas de Cursos Superiores,
foi logo escolher, os números
e contra-numeros
eu que só sei sonhar . . .
Não posso
com esta gente, acredita,
com uma excepção claro,
o meu filho, obviamente, hehehehe
,
vai espreitar, no meu cantinho
um video de mar azul-esverdeado,
enleado em conchinhas,
,
*

Lena disse...

Duarte,

Meu orgulho é de ver meus filhos bém na vida deles, de os ver felizes.
Para conseguir o que queremos, é preciso força e força de vontade. Tive sempre bareiras a minha frente, cada coisa conseguida na minha vida foi cada vez uma grande vitoria pessoal.

Agora so desejo é ir viver na Nazaré, sera logo que poder, acredita..

beijinhos

Lena disse...

Gaivota,

Uma historia que faria um grande romance feito de tristezas e algumas alegrias...
Netos não tenho, e acho que não é para ja....
A minha frente so vejo esse meu Mar..é ele que me faz seguir em frente.

Beijinhos

Lena disse...

Mar Aravel,

Hoje me sinto mais livre do que dantes,
livre porque hoje posso decidir da "minha" vida, não dependo de ninguém...
Acho que nunca deixei de ser aquela criança que sempre foi, e vejo ja meus filhos mais adultos do que eu.

Beijinhos

F Nando disse...

Uma vida...
Uma história...

Lena disse...

Poetaeusou,

E os filmes acabam bém em geral...

Uma pessoa não cria seus filhos para ser agradecido; o que nos deixa bém é os sentir e os ver bém, é nossa maior recompensa..( mas se eles dizem bém de nos...)

Deves ser um pai feliz Poeta...
também tenho um "dessa raça"...de numeros...eu que trabalho com pessoas e não com maquinas e massa, é um mundo longe do meu...mas adoramos falar cada um daquilo que faz...

Esse cantinho chama se como afinal, vi que a Gaivota dizia canto da Fontinha o é o cantinho das sereias ??

Optimo fim de semana !

um beijo

Lena disse...

F Nando,

Cada vida é uma historia

bjos

samuel disse...

Bela história! Vai melhorando ao mesmo tempo que avança...

Abreijos