sexta-feira, 23 de outubro de 2015

Passeio outonal


 Grande Dia, primeira saida desde do 22 de setembro. O tempo estava encoberto depois do pouco de sol desta manhã. Um ar fresco entrava pela camisola dentro. Senti-me bem e feliz.



 Sai de casa a pé, com algumas dificuldades cheguei a um parque que fica a uns 500 metros. Não me ia aventurar  muito longe. Queria era mesmo fotografar as cores do outono antes que seja tarde demais.


As árvores estão duma grande beleza com aquelas cores quentes.... prestes a cair; estão no fim da vida....é pena...este momento passa muito rápido...


Gostei desta árvore, era a mais linda do parque e a maior; não saberei a identificar. Ela está ali no meio de tantas outras. Algumas mais pequenas encostam-se a ela para as proteger..




Uma árvore no seu esplendor !


 Como disse ao principio, estamos num parque, e este sitio é onde se reunem homens e mulheres para jogar a "pétanque". Um jogo de bolas.


 Esse jogo da "pétanque" é mais praticado no verão dai estas árvores para refrescar e proteger do sol.



Um lindo tapete de folhas cobre o chão do passeio que me leva a casa...esta é minha rua.


E ao chegar a casa...quem me esperava a ladrar ? Claro, meu cãozinho : Kiwi. Impossivel chegar a casa sem ninguem saber, ele não se cala até eu passar a porta.

6 comentários:

Mário Margaride disse...

Olá Lena! Boa noite. Gostei deste teu "passeio outonal".

É de facto uma época muito bonita do ano.

Votos de um bom fim de semana!

Beijinhos!

Duarte disse...

Mas que belo passeio, quando o Outono enche a natureza de folhas caducas de tão frondosas árvores, tons outonais, mas lindos!
Para mim, como já sabes, a melhor época do ano, por beleza incomparável.
Abraço-te bem forte, querida amiga

Lena disse...

Mario Margaride,
foi um belo passeio porque numa época do ano que gosto muito e sobretudo foi uma das minhas primeiras saidas depois do meu acidente de trabalho...
Muito obrigada pela visita Mario.

Beijinhos

Lena disse...

Duarte,

Sabes para mim tambem é a melhor época do ano e este ano não a tenho visto passar, aproveitar como gostaria...
E por mais tem sido um belo outono com sol e dias quentes...
Um abraço Duarte...

Duarte disse...

Lena, conforta saber-te perto, quase que te sinto.
Sim, são essas coisas que se percebem com o passo do tempo.
Lamento que estejas nessa situação, que não possas desfrutar plenamente desse teu sensível sentir.
Outono, uma estação que me aproxima às minha origens, à minha terra, a Pedras Rubras e a essas árvores imensas que cobrem o largo da feira e então protegeram da intemperie às tropas do rei Dom Pedro.
E as castanhas assadas, sei que as comeríamos gostosamente entre palavra e palavra... e... o que quer que fose.
Abraços de vida, amiga da alma

Mário Margaride disse...

Olá Lena, boa tarde!

Passei por aqui, para te desejar uma excelente semana com tudo de bom!

Beijinhos.