terça-feira, 16 de junho de 2009

Emigrante portuguesa



Sou emigrante…
já não sinto isso “ser emigrante”...
emigrantes foram meus pais quando deixaram Portugal.
Depois que obtive a nacionalidade francesa, tanto me sinto francesa em França, como portuguesa em Portugal o portuguesa em França...Me sinto fazendo parte duma Europa unida sem fronteiras.
Tenho viajado um pouco nesta Europa e sintimos essa mentalidade europeia; e ainda mais depois que a moeda unica entrou em vigor. So é pena haver essas desigualdades no funcionamento dos paises. Falta essa harmonização tão desejada pelo os portugueses...
Entrar na Europa para nosso pais foi uma grande esperança, esperança para melhorar a vida de cada um...
E o que aconteceu?
Uns mais espertos souberem enriquecer, nada o pouco de concreto se fez
e hoje o pais esta como sabemos.


9 comentários:

Mário Margaride disse...

Olá lena!

Parece que estás zangada comigo, faz algum tempo que andas ausente do meu cantinho. Há algum problema, amiga?
Espero que não.

Um beijinho, e uma boa semana.

Mário

gaivota disse...

ser emigrante... uns safam-se de uma maneira, outros...
e o resto? as saudades e outros (des)confortos???
até breve
beijinhos

Lena disse...

Mario Margaride,

Ando um pouco ausente da net Mario,
ando naquele periodo dificil antes das férias onde contamos os dias...

Obrigada pela visita

Beijinhos

Lena disse...

Gaivota,

Podemos ser "emigrantes" mesmo no nosso pais, logo que somos obrigados a mudar de sitio e deixar nosso cantinho onde nascemos.
Aconteceu uma época, onde se ouvia dizer que os estrangeiros vinham comer o pão dos franceses, e isso acredita que fazia doer...
Hoje ainda se diz, sobretudo porque é tempo de crise, so que ja não me toca tanto por estar completamente integrada.

As saudades...essas...estarão sempre que estaja ai o por ca...

Portugal entrar na UE foi uma grande abertura para o pais, pena foi que não souberam aproveitar.

Vejo Portugal como um pais "parado", pouca coisa muda o se moderniza...como pode ele assim seguir em frente ?

Beijinhos

utopia das palavras disse...

Apesar das desigualdades, das dificuldades, é importante que nos sintamos cidadãos do mundo!

Beijinho

Duarte disse...

Lena, já somos europeus!
Fomos emigrantes, sim, pois eu também o fui. Hoje este conceito mudou, já não existem fronteiras dentro da Europa. Alguns países, mais proteccionistas, como aquele no que vives, sendo uma grande nação.
Passei por algumas vicissitudes, mas o mais lamentável foi que alguma delas tenha sido provocada por compatriotas, Hoje tudo passou e não me sinto forasteiro, para ser sincero aqui nunca me senti assim, quanto aos nativos.
Matam só as saudades,,,!

Beijinhos e um abraço

Lena disse...

Utopia das Palavras,

Cidadões do Mundo e o Mundo ser uma grande Nação, onde tudo seria partilhado e não haveria guerras, nem fome...la estou eu a sonhar...

Beijos Ausenda

Lena disse...

Duarte,

Somos Europeus Duarte é verdade,
mas não sentes um vento de protesto face a esta Europa, um pouco por cauza desta crise...e do euro que empobreceu ainda mais nossas carteiras...
A França é um pouco proteccionista dado a subida da extrema direita, penso eu...percebo pouco de politica..

Beijinhos

poetaeusou . . . disse...

*
será que os nacionais
dos outros paises que
formam a União Europeia,
se sentem Europeus ?
Penso que não . . .
eles não são ingénuas, Lena,
,
maresias Nazarenas, deixo,
,
*