quarta-feira, 13 de fevereiro de 2013

Deixem-me !

Hoje estou furiosa,
 deixem me tranquil
com a minha solidão
quero meter a cabeça dentro da areia
não quero ver, nem ouvir, nem ler
estou farta disto, das noticias diárias
só desumanidade, atrocidades,
 vidas estragadas, sem futuro
idosos despejados como lixa para a rua
os jovens que emigrem,
os doentes não adoecessem,
porque não há dinheiro para o tratamento
e os outros que se lixem
estou farta disto
deixem-me !

4 comentários:

Ana disse...

E é o estado em que estamos....
Compartilho dessa revolta.

Beijinho

Ana

Di Bica disse...

Estamos numa época em que os ricos e os politicos cada vez vivem melhor á custa de um povo que lhes tem de dar o que tem e o que não tem.
Será que no tempo dos reis era pior?

beijinhos

Duarte disse...

Os momentos de euforia deram passo ao desencanto que nos faz os dias difíceis de levar.
Uma pessoa da tua sensibilidade sofre, é o penar ante a impossibilidade de dar~lhe uma volta a este mundo ingrato no qual nos toca viver... até quando? Uma incógnita!

Abraços de vida, querida amiga

poetaeusou . . . disse...

*
Lena,
,
Deixem-me ?
"pronteees" tá bem . . . vais
meter a cabeça dentro da areia ?
e se vem uma onda com trinta (30)
metros á McNamara ? eu não te vou
buscar, está imenso frio, bolas... .
srsrsrsrsrsrsr,
,
calmas marés,
envio-te,
*