sábado, 26 de janeiro de 2013

Minha tatuagem será uma Rosa

Há dias estava a falar com um amigo sobre tatuagens. Ele andava a procura duma. E eu disse-lhe que se o fizesse seria uma rosa e seria no ombro. A rosa é importante na minha vida, tem uma pequena história. Quando casei, com apenas 17 anos pensava que minha vida futura seria como no conto de Fadas. Meu marido seria como aquele principe amoroso, que a vida seria bela, sempre. Só que a realidade foi outra. Meus sonhos e todas expectativas morreram, morreram no dia mesmo em que casei. Depois  com um marido ausente, os primeiros mêses de casada tornaram-se tristes, infelizes. Não sei se minha avó sentiu o que  estava a acontecer; recebi a unica carta dela no momento em que estava  precisando de reconforto. Nela falou-me da "Rosa".  Estava a calcular pois nessa altura ela devia ter uns 75 anos. Nela falava da vida em geral com seus altos e baixos, suas tristezas e alegrias e que a vida nem sempre é como gostariamos. E ai comparou a vida a uma rosa. Gostei dessa comparação. A rosa é bela, cheira bem como a vida, só que tem espinhos; e quando nos picamos neles faz doer. esta carta ajudou-me a crescer e deu para reflectir.

4 comentários:

Duarte disse...

Poder-se-ia dizer muito mais, mas de nada serviria, aqui está plasmada a essência dum olhar triste, dumas ilusões rasgadas, qual desgarro na vida.
Enquanto há vida, existe a esperança. Mas tem que haver AMOR. Sim, a vida é uma sucessão de dias e, somos nós, com o nosso comportamento, que podemos fazer com que tudo mude, que se converta numa vida mais prazenteira, senão não será vida, é apenas vegetar, e isso não é vida! A vida sem amor está vazia.
Palavras sabias as da tua avó, o que faz a experiência da vida! Quanto nos ensina, se queremos aprender.
Um abraço bem grande, e, a minha admiração e amizade

Nilson Barcelli disse...

Há tatuagens interessantes e uma pequena rosa é uma delas. E, se a tatuares, é uma bonita maneira de homenageares a tua avó...
Lena, tem um bom resto de domingo e boa semana.
Beijo.

Ana disse...

Lena,

A rosa realmente tem espinhos, mas é das flores mais lindas que existem. Podemos fazer uma analogia com a própria vida, é uma dádiva e pode ser tão linda (como a rosa) e depois V~em aqueles momentos menos bons , de mágoa, dor e tristeza(os espinhos)...
Bom domingo.

Beijinhos

Ana

Mar Arável disse...

Todas as flores se desfolham

até a Rosa